ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 04 jul 2013 · Secretaria de Governo

Prefeito interdita obra

Por Olívio Lemos com fotos de Ronaldo de Souza

Alegando falta de alvará de construção, licença ambiental e que a obra está sendo edificada em uma área do poder público municipal, fiscais da Prefeitura de Vianópolis interditaram a construção de um prédio que estava sendo feito pelo ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal, Eduardo Moraes no Bairro São Vicente.

No prédio, será montado um supermercado pelo ex-vereador, Eduardo Moraes, que foi entrevistado por nossa reportagem e disse que se trata de uma perseguição política do prefeito Issy Quinan Júnior.

Eduardo Moraes refutou a informação de um fiscal da prefeitura de que ele estaria invadindo uma área da Prefeitura de Vianópolis.Ele alega que adquiriu a área de José Leite Rezende e que inclusive, tem recibo do pagamento efetuado ao vendedor.

Desta maneira, não está invadindo área pública, uma vez que a mesma era do vendedor há vários anos.

O ex-vereador Eduardo Moraes informou à nossa reportagem que os fiscais levaram até policiais militares para interditar a construção.

Ele considerou desnecessária a presença de policiais militares na ação dos fiscais da Prefeitura de nossa cidade.

Eduardo Moraes disse que a perseguição acontece, pois quando do período eleitoral, Issy Quinan Júnior lhe procurou pedindo apoio.No entanto, Eduardo lhe informou que apoiaria Beto Paraíba.

Depois disso, segundo afirmou Eduardo na entrevista, Issy Quinan Júnior comentou com amigos que iria perseguir o ex-vereador, caso fosse eleito.

Eduardo Moraes disse que o prefeito não precisa ter medo dele, não precisa se preocupar com ele, pois não será candidato a nenhum cargo nas próximas eleições.

Enfatizou que o prefeito tem feito uma boa administração, mas que existem falhas e que ele é crítico do que está errado.

Eduardo Moraes disse que não está fazendo especulação imobiliária, conforme afirmou Issy Quinan Júnior a nossa reportagem.

Ele afirmou que foi a Prefeitura retirar alvará de construção e licença ambiental, mas foi informado que como os lotes do Bairro São Vicente não têm escritura, não era possível a municipalidade conceder o que ela estava requerendo.

Eduardo Moraes diz na entrevista que foi autorizado “de boca” por um funcionário da Prefeitura.

Frisou que têm autorização do Secretário do Meio Ambiente, Hugo Antônio Borghi.

Nossa reportagem entrou em contato com o Prefeito Issy Quinan Júnior que estava viajando para Brasília.

Ele informou que a construção do ex-vereador está em uma área pública e que a interdição foi um ato administrativo e não se trata de perseguição política.

Issy Quinan Júnior disse que além de estar construindo em uma área pública, o ex-vereador Eduardo Moraes está fazendo especulação imobiliária.

Ao tomar conhecimento de que o Bairro São Vicente será asfaltado, ele adquiriu ilegalmente uma área e está tentando construir para depois vender o prédio.

Issy Quinan Júnior informou que assim que chegar a Vianópolis concederá entrevista à nossa reportagem e dará mais informações sobre o assunto, comprovando que o ex-vereador Eduardo Moraes está construindo de forma irregular numa área pública.

Fonte: Correspondente Vianopolino