ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 29 mai 2013 · Ação Social

Desvio Creche B. São José

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL DIVULGA LAUDO QUE HOUVE DESVIO DE MAIS DE 130 MIL REAIS NA CONSTRUÇÃO DE CRECHE NO BAIRRO SÃO JOSÉ PELA ADMINISTRAÇÃO DO EX-PREFEITO CASSADO, SÍLVIO DO MARACUJÁ

 

O prefeito Issy Quinan Júnior recebeu laudo técnico feito por um engenheiro civil do Ministério Público Federal, que comprova que houve o desvio de mais de 130 mil reais dos recursos liberados pelo Governo Federal para a construção de uma Creche no Bairro São José.

 

O desvio dos recursos aconteceu na segunda administração do ex-prefeito cassado, Sílvio do Maracujá. A denúncia de desvio de verba foi feita ao Ministério Público Federal pelo ex-vereador, Cláudio Mesquita.

 

O Procurador Geral da República, Marcello Santiago Wolff, está apurando a denúncia e solicitou que um engenheiro civil do Ministério Público Federal visitasse a obra paralisada no Bairro São José.

 

De posse do laudo, o prefeito Issy Quinan juntamente com o Deputado Roberto Balestra se encontra na data de hoje, em Brasília, com o Presidente do FNDE-Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, José Wanderley Dias de Freitas.

 

O prefeito Issy Quinan Júnior vai comunicar que o laudo comprova que mais de 130 mil reais foram desviados e que a obra está paralisada. Após esse encontro com o Presidente do FNDE, o prefeito vianopolino poderá dar prosseguimento à obra.

 

Em entrevista à nossa reportagem, Issy Quinan Júnior disse que a construção da Creche será retomada o mais rápido possível, e que pretende concluí-la até o final deste ano.

 

Ele disse que com responsabilidade, economia e respeito ao povo vianopolino, com os recursos que ainda serão liberados pelo FNDE, sua administração terminará a Creche do Bairro São José.

 

Na primeira administração do ex-prefeito Sílvio do Maracujá, a prefeitura recebeu recursos para construir uma creche no mesmo local, mas os recursos foram desviados.

 

Issy Quinan Júnior afirmou que a Prefeitura de Vianópolis, através de sua assessoria jurídica, acompanha a apuração da denúncia e defende que os responsáveis por esse assalto aos cofres públicos de Vianópolis sejam exemplarmente punidos.

 

Fonte: Correspondente Vianopolino